Em Apenas 2 Meses, 5 Aumentos de Tributos Federais e 1 Corte de Benefício Fiscal


Medida Provisória 669/2015 eleva as alíquotas da CPRB em 150%.
Decreto 8.415/2015 reduz de 3 para 1% (corte de 66%) o benefício fiscal do Reintegra para exportadores.
Elevação do IOF para financiamento de pessoas físicas, de 1,5% ao ano para 3% ao ano: Decreto 8.392/2015
Elevação da CIDE e PIS/COFINS sobre combustíveis: Decreto 8.395/2015
Majoração da alíquota do PIS e COFINS sobre importação: Medida Provisória 668/2015
Equiparação dos atacadistas de cosméticos ao industrial, para fins de IPI (com consequente tributação sobre a margem de lucro): Decreto 8.393/2015
Além destas estocadas, mantêm-se o congelamento da tabela do IRF (a correção mínima deveria ser de 6,5%, vetada pela presidenta Dilma), o que faz os trabalhadores, aposentados e demais contribuintes pagarem mais imposto.
E o cenário é complementado com fortes aumentos da energia elétrica, tarifas públicas em geral e elevação do dólar, juros e inflação. A expectativa dos empresários é de uma forte recessão (retração econômica) por conta de tantas medidas recessivas.
Fonte: Blog Guia Tributário




Opine:

Fluxo Im�veis